Entre em contato e 

Tel.: 

E-mail: 

Gestão da Inovação 13 – A Importância da Proteção do Conhecimento

Artigo 13

Todo processo inovador acumula novos conhecimentos e experiências, gerando informações importantes para a manutenção e disseminação do conhecimento alcançado. Considerando as etapas do conhecimento organizacional, o grande desafio dos administradores é a transformação de dados em informação e organizar a informação em conhecimento. Assim, a gestão do conhecimento é de fundamental importância, pois de nada adianta possuir o conhecimento se esse for mantido por apenas uma pessoa. Assim, o conhecimento organizacional precisa ser sistematizado e compartilhado internamento para viabilizar o aproveitamento das ideias, informações e experiências sem correr o risco de descontrole e perda de informações estratégicas. A padronização dos processos e a organização das informações através de diretrizes claras, permite a organização e proteção do conhecimento. É necessário ampliar os mecanismos de proteção nos habitats de inovação, valorizando o capital intelectual das organizações. Só assim, é possível desenvolver e ampliar o processo inovativo local e manter o desenvolvimento do capital humano, através das capacidades, conhecimento tácito, habilidades e experiências. Desta forma, as empresas devem investir em metodologias de atração de talentos, manutenção e proteção do conhecimento, visando obter a memória institucional do conhecimento e inovação. É um desafio constante, estimulando mecanismos de organização e controle do conhecimento e a disseminação, utilizando de tecnologias avançadas de divulgação e gerenciamento da informação. Quando necessário, há a necessidade de efetuar a proteção jurídica através de contratos específicos de transferência tecnológica e quando segredos comerciais ou industriais estão envolvidos, contratos de confidencialidade podem ser firmados, porém a principal proteção e mais efetiva da inovação é aquela difícil de ser observada ou copiada. O registro das patentes, modelos de utilidade, marcas, desenhos, softwares entre outros é medida de proteção legal, apesar da lentidão e burocracia da legislação brasileira.   MSc Adelino Denk 47 9986 7214 CRA...

Leia mais

Gestão da Inovação 12 – A Tríplice Hélice da Inovação

Artigo 12

A partir dos anos 80, após a crise do petróleo foram ampliados os modelos sistêmicos de desenvolvimento tecnológico, com novos relacionamentos e incentivo ao modelo de redes. Surge então, o conceito de Tríplice Hélice da Inovação, baseado na relações verticais entre o governo, a universidade e a empresa e também relações horizontais em cada hélice, visando identificar soluções no desenvolvimento tecnológico. Cada vez mais os atores ou agentes estão conscientes da necessidade do trabalho de pesquisa e desenvolvimento em conjunto para obter resultados sustentáveis. Os modelos de tríplice hélice estimulam a criatividade para encontrar soluções inovadoras, criando novos modelos organizacionais que privilegiam a interação e geração de conhecimento. Há a necessidade de governança e articulação entre os atores para o êxito nos projetos, especialmente através do desenvolvimento de Parques Científicos e Tecnológicos onde a Universidade produz conhecimento atendendo demandas das empresas e da Sociedade e o governo, atento as tendências, estimula e financia projetos que promovam o desenvolvimento tecnológico e por consequência o desenvolvimento econômico e social. Esta interação promove a melhoria dos relacionamentos e eleva os padrões da rede, pois através da troca de experiências, o sistema como um todo será fortalecido e cada vez mais apresenta projetos integrados com elevação do grau de inovação. O maior benefício será para a população da regiões no entorno de sistemas de inovação estruturados. Hoje já está sendo incluída a quarta hélice no processo, a Comunidade, participando cada vez mais ativamente na integração entre os atores e gerando benefícios para o local e a região do sistema de inovação. Surgem soluções integradas como a melhoria dos distritos industriais e a logística, harmonização com aspectos ambientais e de sustentabilidade, lazer e qualidade de vida, sistemas de comunicação e acesso ao conhecimento, etc. O desenvolvimento do sistema caminha para as chamadas “cidades inteligentes”, onde o cidadão, empresas, universidades e governo harmonizam interesses, buscando as melhores soluções de desenvolvimento econômico através de iniciativas inovadoras....

Leia mais

Gestão da Inovação 11 – Empresa Inovadora

Inovação 9

A organização inovadora envolve todas as ideias passíveis de transformação em produtos e serviços, incluindo tecnologias novas e relevantes para o mercado e clientes, agregando valor. Ou seja, a inovação faz parte da cultura da empresa mantendo a sustentabilidade competitiva ao longo do tempo. É um processo que vai além da imitação e procura aumentar a eficiência, o que pode tornar produtos ou serviços obsoletos e comprometer atividades futuras da organização. Por essa razão, é essencial absorver novas tecnologias e conhecimentos e inserir na gestão a capacitação contínua em inovação. As empresas inovadoras possuem algumas características específicas podendo ser utilizado como parâmetro quanto ao grau de inovação existente, como por exemplo: a) visão compartilhada quanto ao desejo de inovar, incluindo propósitos bem articulados; b) manter estrutura adequada, estimulando a criatividade, aprendizagem e interação; c) estimular a liderança para inovar, através de pessoas que promovam e energizem a organização em direção à inovação; d) desenvolver o trabalho em equipe, estimulando equipes para a solução de problemas; e) estimular o desenvolvimento contínuo dos profissionais, possibilitando aprendizados e treinamentos que garantam habilidades e competências de alto nível; f) manter comunicação extensiva em todos os níveis da organização e fora dela; g) Gerar o envolvimento máximo em todos níveis nos assuntos de inovação; h) manter o foco no cliente interno e externo; i) estimular o ambiente criativo com apoio e abertura para novas ideias; j) disseminar experiências de sucesso, ampliando a percepção de organização aprendiz. Em síntese, é necessário estimular um ambiente de aprendizado contínuo e espaço para novas ideias, estabelecendo a inovação como a estratégia diretriz da organização. A difusão da inovação proporciona resultado econômico para a organização. De nada adianta o desenvolvimento de muitos projetos inovadores, se não há possibilidade de novos negócios ou atendimento de necessidades novas dos clientes. Assim, através de testes e observações deve ser respondida a questão básica: Qual a possibilidade de resultados reais, percebidos no curto...

Leia mais

Gestão da Inovação 10 – Inovação Incremental e Radical

internet-futuro 10

A inovação incremental é o nível mais básico nas mudanças tecnológicas e pode ocorrer de forma gradativa em todos os tipos de inovação, como melhorias do design, qualidade dos produtos e serviços, aperfeiçoamento de processos, melhorias nos processos organizacionais, soluções mercadológicas, logísticas e de suprimentos. É um processo contínuo e que normalmente ocorre através do aprendizado interno, efetuando ajustes de acordo com a capacidade e sem demandar grandes pesquisas. Ou seja, através da acumulação de conhecimentos e experiências, aumenta a curva de aprendizado, proporcionando mudanças que acabam incrementando a produtividade e qualidade, mantendo a competitividade. Neste aspecto, é importante estimular a criatividade para melhorias contínuas que viabilizam incrementos importantes para acompanhar o processo de mudança e as atualizações de mercado. A inovação radical, por sua vez, é a mudança de impacto onde a novidade é importante. Se tornam relevantes as tecnologias de ponta e os sistemas de informações de especializados para apresentar diferenciações significativas. Na inovação radical o objetivo é a quebra dos paradigmas, buscando soluções inéditas visando atender novos mercados. Exige pesquisa e desenvolvimento de ponta, criando novas direções e trazendo novas soluções que tornarão obsoletos os produtos e serviços existentes. Considerando a análise da situação atual da empresa e o ambiente onde está inserida, é importante o desenvolvimento da inovação incremental buscando atualizações para evitar defasagens em relação as melhores práticas de gestão e atrasos em relação ao mercado. Percebendo que a inovação incremental não é mais suficiente, torna-se fundamental o investimento em pesquisa e desenvolvimento para inovações radicais, propondo novas soluções e alternativas pensando a médio e longo prazo. Este posicionamento exige planejamento e estratégia com visão ampliada e empreendedora. Na sequência, eis 3 pensamentos trivocabulares para reflexão: Inovação re­quer neossinapses. Inovar: abrir caminho. Tenhamos atitu­des inovadoras.     MSc Adelino Denk 47 9986 7214 CRA...

Leia mais

Gestão da Inovação 9 – Inovação de Marketing

Marketing 9

O marketing, segundo Drucker, é função básica da empresa e assim unido a inovação poderá cumprir plenamente o objetivo de atendimento ao cliente. A área de marketing planeja ações para identificar as necessidades dos clientes ou do mercado-alvo e oferece soluções que satisfaçam o público alvo da forma mais eficiente e eficaz que os concorrentes. Portanto, trata-se da implementação de novos métodos, compreendendo mudanças no design do produto e novos conceitos no próprio marketing, como por exemplo, novas formas de divulgação. As inovações de marketing definem novos posicionamentos dos produtos através de diversas ações, como por exemplo, as citadas na sequência: 1) introdução pela primeira vez de novos licenciamentos e vendas diretas exclusivas; 2) implementação de novos conceitos de exposição temática de produtos ou serviços; 3) implementação de sistemas de informações personalizados; 4) o uso de marcas registradas pela primeira vez; 5) o uso pela primeira vez de novas mídias sociais, filmes ou TV para divulgação; 6) utilização pela primeira vez de celebridades ou líderes de opinião para estabelecer novas tendências. Há ainda inovações quanto à formação de preços, que podem incluir ações como a introdução de novos métodos para a especificação do produto desejado e a adequação do preço conforme especificado, ou uso pela primeira vez de ofertas especiais reservadas aos clientes qualificados. A principal característica da inovação de marketing é a utilização de novos métodos pela primeira vez, ou seja, não utilizados previamente. Na área de planejamento, segundo Porter, a estratégia de inovação dever criar valor viabilizando o crescimento sustentável e manutenção da competitividade da empresa, especialmente dando respostas aos clientes potenciais de forma diferenciada. Assim, é essencial a identificação do mercado-alvo e suas necessidades para inovar atendendo expectativas e também promover a retenção de clientes, evitando insatisfações. Isto exige mudanças contínuas e criatividade, visando alimentar projetistas e designers quanto aos requisitos necessários para o atendimento do cliente final, especialmente quanto a inclusão da inovação tecnológica nos...

Leia mais

Gestão da Inovação 8 – Inovação de Produtos e Serviços

Criatividade 8

A inovação de produtos e serviços é a essência do processo inovativo, pois é o resultado que chega aos consumidores. Quando os produtos e serviços são oferecidos a preços menores e com diferenciais, incluindo novas propriedades e conhecimentos inéditos, podemos afirmar que o desenvolvimento inovador está sendo eficaz. É a principal estratégia de diferenciação para obter vantagens sobre os competidores e estabelecer vínculos com o cliente através da constante renovação e novas tecnologias que viabilizem novos benefícios. Especialmente no aspecto tecnológico, os clientes estão cada vez mais interessados em tecnologias de interação, obtendo informações qualificadas sobre os produtos ou serviços, facilitando a tomada de decisão com qualidade e rapidez. Com a globalização foram intensificados os esforços em direção a inovação nos produtos ou serviços. São novas descobertas visando facilitar a vida do consumidor ou clientes, como a substituição de materiais não agressivos ao meio ambiente, sistemas de GPS na logística, câmeras de controle, câmeras em telefones celulares, aparelhos domésticos com novas funcionalidades, redes sem fio, produtos de consumo com menos energia, novos medicamentos e assim por diante. As inovações podem ocorrer com incrementos tecnológicos ou mudanças radicais propondo novas funcionalidades, gerando repercussões nas organizações com impacto em outras áreas de inovação como por exemplo, inovação de processos, inovação de marketing e inovação organizacional. Os comitês de desenvolvimento de novos produtos/serviços devem seguir 8 etapas para a obtenção de mudanças viáveis: 1) geração de ideias; 2) triagem; 3) desenvolvimento e testes; 4) estratégia de marketing; 5) análise comercial; 6) desenvolvimento do produto/serviço; 7) teste de mercado; 8) comercialização.  Finalizando, as vezes, não é interessante implementar inovações radicais, especialmente quando há aumento de custos. É necessário cuidados para obter vantagens para a organização e manter a viabilidade comercial do produto ou serviço. Porém, na economia do conhecimento é importante ficar atento para acompanhar as mudanças e desenvolver produtos e serviços aportando conhecimento.       MSc Adelino Denk 47 9986 7214...

Leia mais

Página 4 de 20« Primeira...23456...1020...Última »